*Piscadinha*

Oi, gente! A doida didática voltou! 😉

Como isso aqui não é confessionário, vou direto para o assunto que interessa: CÍLIOS!

Sempre que esse assunto aparece nos blogs, vemos as melhores máscaras, os tipos de escovinhas, etc. Não vou deixar isso de lado (vai ficar para o post seguinte, ok?), mas aqui, a bronca vem antes, ok? Bora lá… Tentando resumir!

O uso da máscara de cílios serve para deixar o olhar mais aberto, expressivo e sexy. Algumas criaturas são abençoadas com cílios escuros, longos e fartos, daqueles que fazem parecer que a pessoa passou até lápis na pálpebra, bem rente aos cílios. Outras, não… Triste, triste! Os meus, por exemplo, são clarinhos e ralos, apesar de bem longos. Uso máscara preta ou marrom todo santo dia. O que podemos fazer? Vamos sair pintando, implantando cílios, pingando colírio? CLARO QUE NÃO, NÉ? Para cílios bonitos e saudáveis, recomendo LEITURA! Leiam esse post pra começar. 😉

O que me motivou a escrever sobre cílios (além do pedido de uma amiga querida) foi uma matéria que vi em uma revista sobre a descoberta de que um dos princípios de um REMÉDIO para glaucoma tem como efeito colateral o crescimento dos pelos. Sim, os cílios crescem dando mais volume e comprimento. Só queeeeeeee… O que não falam é que há outros efeitos como o possível escurecimento da pálpebra (quem quer uma mancha?) e da linha d´água. Os pelos podem nascer fora da linha dos cílios se você não aplicar direito. E gente, não é um cosmético, é REMÉDIO!!! Ainda bem que precisa de receita porque eu sei que, mesmo sendo perigoso, um monte de gente ia comprar!

Se eu recomendo? NÃO!!! Esquece isso! É um troço fenomenal, mas pode fazer mal.

Ficamos tristes então? Nããããããoooo!!! Existem outros produtos que podem ajudar e algumas atitudes boas que podemos tomar.

A M.A.C e uma marca chamada Talika (tem uns tratamentos bem malucos como um serum firmador de seios, mas é uma marca bem conhecida e confiável) têm produtos pró cílios de boneca. Não testei nenhum, mas vou procurá-los na próxima vez que viajar (tá dureza… $$$) e escrevo o que achei aqui, ok bonitas? Logo aí embaixo, os links do produto da M.A.C e a página da Talika.

M.A.C

Talika

Os produtinhos citados no texto: O da M.A.C junto com a "criativa" imagem da campanha (num força, né M.A.C?) e o Lipocils da Talika!

Os produtinhos citados no texto: O da M.A.C junto com a “criativa” imagem da campanha (num força, né M.A.C?) e o Lipocils da Talika!

Tá no liseu como eu? Tá sem grana, mas não tá com preguiça, né? Porque é assim: se você tem grana pra arcar com as consequências da preguiça depois… Eu não recomendo. Deve doer pra aplicar botox, fazer plástica, implante de cílios, etc. Vamos então pras boas dicas de SAÚDE! (Lá vem a louca da hidratação!) Beleza é uma questão de saúde!!!

  1. Vai dormir sem tirar a máscara de cílios? Tá doida, né? Vai acordar com os cílios duros e ressecados. Todos lá. NO TRAVSSEIRO! A química do produto desidrata os pelinhos e pode entupir as glândulas sebáceas e até os dutos lacrimais. As glândulas podem ficar irritadas e inflamar, enfraquecendo os pelos e os fazendo cair.
  2. Já leram as indicações dos hidratantes faciais que usam? Não vou nem falar nada de quem não usa hidratante, hein? Pelamor… A maioria é contraindicado para a área dos olhos. É melhor obedecer e usar um hidratante específico para essa área e ao usá-lo, você hidrata os pelinhos e os deixam mais saudáveis. Não exagerem na quantidade, já que “tudo em excesso faz mal” e não deixem cair dentro do olho.
  3. Usem bons produtos, DENTRO DA VALIDADE e desconfiem se o cheiro ficar “esquisitinho”.
  4. Curvex só ANTES de aplicar a máscara de cílios. NUNCA DEPOIS! Já disse que o produto resseca os cílios e o “trauma” do aperto do curvex pode arrancar ou quebrar os pelos. “Ahhhhh… Mas eu uso assim há sééééééculossssss…” Pode não ter acontecido com você até hoje. E amanhã? Vai arriscar, filha?
;)

😉

Dicas:

  • Se a máscara de cílios ficou durinha e não for à prova d´água, pode pingar umas gotinhas (vai testando de 2 em 2) de soro fisiológico e misture até conseguir diluir. Se for à prova d´água, já era. Ele não é à base d´água e não vai diluir.
  • Os melhores demaquilantes para remover toda a máscara dos cílios são os oleosos. Pode usar só nos cílios se você tem pele oleosa e depois lavar com o seu sabonete de rosto.

No próximo post, vamos ver os tipos de escovinhas e as dicas de produtos e de aplicação para arrasar na piscadinha! ❤

Anúncios

Pincelada – parte 4

Le Grand Finale! ahahahaahhaahahahahah

Foi um longo assunto, né galera? Falei sobre os principais pincéis que uso e os relacionei aos produtos. Agora, que tal montar um kit básico e falar um pouco sobre limpeza e manutenção? Não adianta ter um kit bem bacana que não vai durar nadica de nada!

Vamos deixar de “lenga-lenga” e começar logo esse babado!

4.1 – Pretinho básico! Pretinho não, KIT!

Não adianta nada você comprar todos os tipos de pincéis para sombra que você tem vontade e ter aquele pincel “xupinsca” (isso significa ruim na Mel-lândia) de base? Vai sair com o olho esfumado mais lindo do mundo e com a pele manchada e marcada da base, mulher? Não, né? Eu defendo a montagem de um kit básico pra tudo e, a partir dele, pode-se ir incrementando até chegar num kit bem profissional!

Bora lá… Lembrem-se que isso é apenas uma sugestão e vocês tem todo o poder e o direito de interferir na montagem do próprio conjunto! E agora, 1,2,3… Do jeitinho que eu gosto:

1. Um bom pincel para base. Macio, de cerdas sintéticas ou de cerdas mistas (duo-fiber) e de base redonda e bem gordinho.
2. Um pincel grande, gordo e fofo para pó. Dê preferencia aos de pelo longo e cerdas naturais para que o pó não pese no rosto.
3. Um pincel fofinho, de base redonda como o de pó, mas de cerdas mais curtas, naturais e corte chanfrado para uma aplicação controlada do blush.
4. Dois pincéis para aplicar sombra, sendo um menor e sintético e um maior e de cerdas naturais (eles iram servir para sombras mais cremosas, em pó compacto ou solto)
5. Um bom pincel para esfumar sombra, de cerdas naturais, de base e corte redondinhos para fazer aquele olhão que a gente tanto ama!

Da esquerda para direita: base, pó, blush, ‘aplicadores’ de sombra e ‘esfumador’!
Foto: Amélia Moura

Com isso aí, já rola uma maquiagem bem elaborada! Para um básico ligeiramente mais elaborado, eu acrescentaria:

6. Um pincel para delineador chanfrado de cerdas sintéticas bem firmes (serve tanto para o delineador quanto para uma sombra mais marcada ou até para aplicar a sombra na pálpebra inferior).
7. Pincel pequeno e achatado de base para aplicar o corretivo (na maioria das vezes, aplico com os dedos mesmo, mas rola usar o pincel para uma aplicação mais caprichada).

Bônus! Pincel para delineador e corretivo!
Foto: Amélia Moura

E é isso… Não adianta exagerar! O negócio é investir em bons pincéis e ir incrementando a coleção aos poucos. Os locais e sites onde compro os meus estão lá no post 1, dá uma olhada lá! 😉

Agora o assunto é limpeza e cuidados!

Acho legal manter os pincéis em local fresco e seco. Não os exponha à luz e ao calor do sol. Se não faz bem à pele e aos produtos de maquiagem, também não vão fazer bem aos queridinhos! Algumas pessoas recomendam guardá-los deitados, mas sempre me dá uma impressão que eles ficam meio achatados de um lado e que não ficam bem arejados, sabe? Então, recomendo um copinho ou caneca para deixá-los “em pé” e acessíveis.

Pincel é “cabelo”! Precisa ser lavado e bem tratado. Se você só usa em você, o intervalo entre uma lavada e outra pode ser mais longo. Esse é o meu caso e eu procedo da seguinte forma (ai, que formal!):

– Lavo os pincéis 1 vez por mês com shampoo de bebê (uso aquele famosão do ‘chega de lágrimas’). Coloco uma gotinha na mão e passo o pincel molhado num movimento de vai-e-vem, sem ‘descabelar’ o pobre!

– Para secar, deixo eles deitadinhos numa toalha em lugar ventilado!

– Depois de cada ‘usada’ eu uso um líquido higienizador de pincéis (da Contém 1g, mas a M.A.C tem um também, só acho meio caro…) para que, numa próxima maquiagem, eu não misture a cor usada anteriormente com a atual. Funciona da seguinte forma: você borrifa o líquido numa toalhinha ou papel toalha e passa o pincel (no vai-e-vem) de novo até ele ficar limpo e seco. Não precisa borrifar o líquido no pincel, senão ele não seca imediatamente.

Higienizador de pincéis (Contém 1g)
Foto: Amélia Moura

Pronto! Cuidando, o investimento vai valer e as maquiagens vão ficar ‘muy’ lindas!
Ainda rola alguma dúvida sobre pincéis aí? 😉

Beijos, beijos…

Segredo!

Batata de latinha! NHAC
Foto: Reprodução

“Tá louca, Mel? Batata frita? Isso faz mal e engorda!”

Aiiiii… Não deixam nem eu falar! Arf!

Bem… Você não é alimentação saudável o tempo todo, é? Se for, tem alguém perto de você que não é, certo?
Pois então lá vai meu segredinho:

Quando você coloca base, ou corretivo, ou sombra, ou qualquer outro item da maquiagem na mão, a pele absorve, “gruda” um pouco do produto e você vai perdendo um pouquinho. E vocês sabem como tudo é caro e vou confessar que eu sou bem econômica (pirangueira!). Aí, comecei a observar que alguns maquiadores tinham plaquinhas de metal onde depositavam o produto para depois aplicar com o pincel e fui atrás da ferramenta. Achei em lojas para maquiadores profissionais, mas sempre achei caro/desperdício.

Como eu resolvi? Tampa de batata frita! Pá!

O plástico não absorve o produto e como tem a bordinha que veda a latinha, ele evita que o produto escorra! Tenho umas 4 que fico revezando e uso para base, corretivo, delineador gel (ótimo para tirar o excesso do pincel e não perder muito produto!), batom (pra misturar cores), pigmento (para misturar com água e outros produtos para deixá-la cremosa)! Vidro também é bem legal! Tem uns patês que vêm nuns potinhos de vidro pequenos e baixinhos bem legais.

Que tal? Vão testar? Cuidado com a dieta e a saúde, hein? 😉

 

 

Pincelada – parte 3

Já fez a pele, já pintou os olhos… Tá gata? Tá capa da Vogue?

Não??? Já sei, tá faltando um quê, um babado, um borogodó…
Pois é! E o “tempero” que está faltando vai ser o motivo ideal para o terceiro post da nossa saga sobre pincéis! Chegou a hora da parte 3!

3.1 – Que tal uma cor?

Blush! Adoro! Tenho de me controlar muito para não pesar a mão, confesso. As várias opções de textura me conquistam, mas também guiam a escolha dos pincéis. Isso acontece pelos mesmos motivos que já falamos nas partes 1 e 2. Produtos líquidos e cremosos vão super bem com cerdas sintéticas, já cerdas naturais esfumam lindamente os produtos em pó.  Que acontece então com os blushes?
Seguinte: tenho produtos cremosos, cremosos para pó (aqueles que quando aplicados ganham uma aparência de pó, perdem o brilho ‘molhado’), em mousse e em pó compacto (mineral ou não). Para os cremosos e cremosos para pó, uso os dedos ou o tal “duo fiber” gordinho ou fininho dependendo do efeito desejado, que me ajuda a espalhar melhor e não exagerar. Quando uso os dedos, aplico com leves batidinhas (às vezes, faço isso até com batons rosadinhos.)

Com os produtos em pó, gosto de usar pincéis para pó redondinhos que não sejam muito grandes para uma cor mais leve e esfumada, a velha “cara de saúde”; ou pincéis fofinhos, gordinhos e com corte chanfrado porque eles parecem “encaixar” melhor nas maçãs do rosto e permitem vários tipos de aplicação.

De baixo para cima: M.A.C, Klass Vough, Macrilan (<3) e O Boticário.

3.2 – Conversa profunda!

Gente, o que dita a beleza do rosto são as reentrâncias e saliências. Sabe aquela ondinha de fazer bico e puxar a bochecha pra dentro, imitando modelo? É isso! Como não dá pra sair por aí fazendo bico, a gente simula a profundidade no rosto passando um bronzer nessa área! Se tem o queixo mais avantajado, ou a testa, você também pode usar o bronzer ou um pó um pouco mais escuro que a pele e passar na ponta do queijo ou na testa, rente à raiz do cabelo. Para isso, um pincel de blush pequeno ou achatadinho vai ser ótimo para aplicar com precisão e ainda assim, esfumar bem, já que a linha marcada não vai nada bem!

pincéis para bronzer

De baixo para cima: O Boticário e Klass Vough.
Foto: Amélia Moura

3.3 – Que luz!

“Iluminador também tem pincel, Mel?” Menina… Aí é coisa minha! Nunca vi nenhum ‘pincel para iluminador’ na embalagem, mas quando o produto é em pó, não gosto de usar o de blush ou o de pó por serem muito grandes! Gosto de uma aplicação mais controlada e depois de muito procurar, passei a usar um pincel grande para esfumar sombra. Foi um dos meus melhores achados. Quando o produto é cremoso ou líquido, prefiro usar os dedos ou uma esponjinha consistente (aquelas bem densas branquinha), que dá um efeito bem suave.

pincel para iluminador

Pincel para esfumar sombra PER-FEI-TO para iluminador da Coastal Scents.
Foto: Amélia Moura

3.4 – Pra que danado é isso?

Pincel ‘vassourinha’! Sabe aquele olhão pretão que a gente ama? Sabe, né? Então sabe então a bagunça que o pozinho da sombra escura faz na pálpebra inferior, bochechas etc. A vassourinha é ótima pra limpar tudo antes de continuar com a produção! Também adoro pra tirar o excesso de pó, principalmente aquele branquinho finalizador, que falamos aqui.

Varre, varre, varre, vassourinha… Da Prada! 😉
Foto: Amélia Moura

Bem… Eu acho que falei de todos os pincéis que uso. Ainda temos alguma dúvida? Se tiver, falem por aqui, no facebook ou por nosso e-mail, que ainda vem o post 4 que vai tratar dos cuidados com os pincéis-filhotes, um kit básico pra iniciar e links interessantes! 😉

Beijos, beijos!

Ai, Dolce&Gabbana!

Tava muito tranquila, vendo o twitter, deitadinha na cama, curtindo a preguicinha do domingo…

PÁ!!! No twitter da top maquiadora Pat McGrath (sigam que a danada ARRASA: @patmcgrathreal) dou de cara com a maquiagem criada por ela para o desfile da Dolce&Gabbana… Desmaiei e agora, que me recuperei, vim dividir essa lindeza com vocês! ❤

Ainda no ‘backstage’ com cara de sexy, a modelo já tá com o olho delineado e a bochecha começa a ser marcada com blush/bronzer!

.

ILUMINADOOOORRRR!!!! WAAAAAHHHHH!!!!!!! Lindas! A parte funda da bochecha marcada dá profundidade, deixa o rostinho magro. E o que dizer dessas sombras cobre e bronze? Podem apostar nessas cores pro verão!

.

E o resultado “Diva Italiana”? Sou muito fã! Sempre vou atrás das capas da Vogue Itália <3!

.

E a boca rosinha? A cara de Ju Mendonça, hein? E eu tô muito hipnotizada por esses olhos…

.

Tensãao pré passarela! Deve dar um super frio na barriga! Amei o resultado e vou DJÁ atrás de ver o desfile todo! 😉

E agora, um bônus porque vocês são boas meninas! O bocããããão da Prada! ❤ ❤ ❤

Bônus!!! Aproveitando que tava lá no twitter da deusa da maquiagem, catei essa imagem dos lábios vermelhos da Prada, feito por ela também! ❤ ❤ ❤

Beijos e boa preguicinha! :*

Pincelada – parte 2

E aí, môzamô? Tudo bem?

Tão calmas? Hoje, continua a saga dos pincéis! E o assunto hoje é comprido: olhos!

Pensando aqui, ao lado dos meus pincéis enfileirados, acabei de perceber como a maquiagem dos olhos é importante e vai definir todo o resto. Claro que cada parte tem a sua importância, mas sabe como é… Uma pele bem feita “desaparece”. Olhos bem maquiados hipnotizam e a gente diz: “Quero essa sombra!”. E o pincel, hein gata? Dependendo do pincel, uma mesma sombra pode ter vários efeitos diferentes. Então vamos deixar de “mimimi” e borá falar deles: a parte 2 do babado!

Para lembrar a diferença entre cerdas naturais e sintéticas, vejam a parte 1, ok? Vale igual!

2.1 – Por que tantos formatos?

Seguinte… Basta lembrar quantos tipos de sombras existem: compactas, pigmentos soltos, minerais, cremosas, em mousse, em gel… Cansei! E a gente ainda tem os tipos de aplicações e efeitos: marcadas, esfumadas, delineadas… Sem falar que o olho, tão pequenito, é dividido em várias partes: canto interno, canto externo, pálpebra superior, pálpebra inferior, côncavo! E agora, eu cheguei onde queria! Rá!

Pra ninguém voar na minha “falação”, lá vai um esquema do olho:

Pra aprender direitinho!
Imagem: sabrinainhouse.blogspot.com.br

2.2 – Aplicar! Já!

Para ‘colocar’ a sombra na pálpebra, primeiro temos de pensar na textura da sombra: as cremosas vão muito bem com os dedos! Eles ajudam a fixar e espalham melhor, o calor do dedo ajuda a sombra cremosa a ‘assentar’ bem. Já os pós (compactos ou soltos) são bem mais fáceis de aplicar com pincel, o que não impede de usar os dedinhos, que trabalham super bem com as sombras (pigmentos) soltas. Os pincéis ideais para a aplicação são os de base chata e mais larguinhos. Quanto maior o pincel, mais suave será o efeito da sombra. Cerdas naturais para uma aplicação mais esfumada e sintéticas para mais fortes. O formato do corte das cerdas é ligeiramente arredondado, que colabora com a maciez necessária.  Casso o corte seja chanfrado, o pincel é ideal para aplicar a sombra no côncavo sem marcar, dando um efeito esfumado.

De baixo para cima: Elf (chanfradinho), M.A.C, Sephora, NYX, Marco Boni, ProArt e Marco Boni.
Foto: Amélia Moura

2.3 – Falando em côncavo…

Tudo é “côncavo pra lá, côncavo pra cá!”, mas pouca gente que eu conheço, acerta o tal lugar. O truque é: coloque o dedo levemente sobre a sua pálpebra superior e você vai achar uma depressão, um local fundo entre o osso que fica abaixo da sobrancelha e a bolotinha do olho, esse “vale” é o côncavo. Um bom jeito de vê-lo é ficar de frente ao espelho e franzir a testa, levantando as sobrancelhas. Tá lá! Você vê bem o ‘danado’! E por que marcar? O côncavo dá profundidade ao olhar. A beleza do rosto se revela nas saliências e reentrâncias. Um rosto chapado deixa uma aparência sem graça!

Acho que esses pincéis ‘lápis’ foram as minhas melhores descobertas para um olho bem maquiado. Eles tem esse formato com a base redonda e a ponta bicuda, que “entra” e percorre o côncavo de maneira perfeita, e ainda ajudam a fazer o “C” do côncavo com a linha dos cílios superiores para uma sombra estilo gatinho, puxadinha. Basta um pouco de treino. Os pincéis mais finos vão fazer traços mais marcados, linhas mais certas; enquanto os mais gordinhos fazem linhas mais suaves e ajudam a esfumá-las.

De baixo para cima: O Boticário, Klass Vough e Coastal Scents (mais finos e precisos para linhas de cõncavo mais marcadas), e M.A.C, Klass Vough e Coastal Scents (mais gordinhos para côncavos mais esfumadinhos).
Foto: Amélia Moura

2.4 – Esfumar, esfumar, esfumar… Que repetitivo!

Sabem o que deixa uma sombra cafona? A cor? Claro que não, gata!!! Pode se jogar na sombra azul (eu adoro!). A bronca é quando ficam linhas marcadas entre as cores. Nossa… É muito ruim! E sabe o que faltou? Rá! ES-FU-MAR! (Esfumaçar não existe, viu? Nem para quem fuma! Larga isso, hein?) Para esfumar bem, o pincel precisa ser macio (cerdas naturais de preferência e mais longas) e ser todo redondinho (base e corte). A maneira mais eficiente de esfumar com esses pincéis é com movimentos circulares ou acompanhando a linha da sombra de maneira bem suave.

De baixo para cima: Elf, Klass Vough e Klass Vough. Macios e redondos! Meus amores! ❤
Foto: Amélia Moura

2.5 – Piscadinha sensual e discreta!

Para uma maquiagem rápida e bem linda, uma solução é passar a sombra rente aos cílios, como um delineador, só que bem mais simples e fácil! Qual a solução? Pincel larguinho, curto e durinho! Pá! Linha precisa e não tão marcada quanto o delineador.

De baixo para cima: Elf (cerdas naaturais) e UBU (cerdas sintéticas). Achatados, largos e durinhos!
Foto: Amélia Moura

2.6 – Alguém falou em delineador?

Antes de comprar pincel, arrume paciência! Putz! Delineador é trabalho de artesão! São três tipos bem bons de pincéis para tal fim: de pelinhos longos e fininho (ideal para um tracinho fino rente aos cílios, mas fica difícil de fazer a pontinha por ser mole), chanfrado (normalmente de cerdas sintéticas pois são mais firmes e dão a precisão necessária. O chanfro é ótimo pra definir o ângulo da pontinha porque basta você encostá-lo na angulação que quiser), e por fim, o meu preferido, o micro de cerdas bem durinhas (dá uma precisão incrível e por ser pequenininho, você pode ir aumentando o traço aos pouquinhos!).

De baixo para cima: Coastal Scents, O Boticário e M.A.C.
Foto: Amélia Moura

2.7 – Luz dos olhos meus

Iluminar o canto interno! Fica gata demais e as pessoas vão ver a luz, a beleza e não vão saber de onde vem aquilo! É magya! Pois… Para tanto encantamento, um pincel pequenininho e macio vai colocar a sombra iluminadora no lugar, sem sujar tudo, sem bagunçar! Mas pode usar o mindinho também, viu? Com cuidado!

De baixo para cima: Sephora, NYX e Sephora. Pequenos para não borrar tudo!
Foto: Amélia Moura

2.8 – Pálpebra inferior ninguém lembra, né?

Gente, só lápis? Sério? Que antigo… Uma sombra bem aplicada rente aos cílios inferiores na pálpebra inferior (pra quem não tem o olhinho caído, viu?) dá um charme de lascar! Principalmente com as sombras metálicas que estão suuuuuper na moda para a próxima estação (que por sinal, chega hoje! É primaveeeeraaaaa… Te amoooooooo!!!). Ninguém quer ficar com o olho borrado, fundo, sujo, com aparência de cansaço, então borá usar pincéis de base achatada, pequenos e de cerdas curtas e durinhas, ok? Quase de precisão!

De baixo para cima: ProArt, Elf e ProArt. Fininhos e durinhos!
Foto: Amélia Moura

2.9 – Bônus!

Pincel para pentear e escovar a sobrancelha é ótimo pra carregar na bolsa e dar uma “geral” na cara antes do happy hour, ok?
“E esse “pincel” de ponta de borracha, mulher???” Menina… É pra glitter, “tu crê”? O glitter gruda nessa pontinha lindamente e você vai e transfere pro olho! Pá! Tá linda!

De baixo para cima: pincel descartável para pentear e escovar sobrancelha (Klass Vough) e “pá” de silicone para glitter (Sephora).
Foto: Amélia Moura

E aí? Será que sobrou alguma coisa? Os links para compras e locais são os mesmos da parte 1! Se alguém discorda e quer brigar falar, mete a boca no trombone! Eu quero saber se vocês tão curtindo os posts didáticos, se tá servindo pra alguma coisa! Cadê o feedback, amadas? 😉

Beijos e logo, logo tem a parte 3! :*