Pincelada – parte 4

Le Grand Finale! ahahahaahhaahahahahah

Foi um longo assunto, né galera? Falei sobre os principais pincéis que uso e os relacionei aos produtos. Agora, que tal montar um kit básico e falar um pouco sobre limpeza e manutenção? Não adianta ter um kit bem bacana que não vai durar nadica de nada!

Vamos deixar de “lenga-lenga” e começar logo esse babado!

4.1 – Pretinho básico! Pretinho não, KIT!

Não adianta nada você comprar todos os tipos de pincéis para sombra que você tem vontade e ter aquele pincel “xupinsca” (isso significa ruim na Mel-lândia) de base? Vai sair com o olho esfumado mais lindo do mundo e com a pele manchada e marcada da base, mulher? Não, né? Eu defendo a montagem de um kit básico pra tudo e, a partir dele, pode-se ir incrementando até chegar num kit bem profissional!

Bora lá… Lembrem-se que isso é apenas uma sugestão e vocês tem todo o poder e o direito de interferir na montagem do próprio conjunto! E agora, 1,2,3… Do jeitinho que eu gosto:

1. Um bom pincel para base. Macio, de cerdas sintéticas ou de cerdas mistas (duo-fiber) e de base redonda e bem gordinho.
2. Um pincel grande, gordo e fofo para pó. Dê preferencia aos de pelo longo e cerdas naturais para que o pó não pese no rosto.
3. Um pincel fofinho, de base redonda como o de pó, mas de cerdas mais curtas, naturais e corte chanfrado para uma aplicação controlada do blush.
4. Dois pincéis para aplicar sombra, sendo um menor e sintético e um maior e de cerdas naturais (eles iram servir para sombras mais cremosas, em pó compacto ou solto)
5. Um bom pincel para esfumar sombra, de cerdas naturais, de base e corte redondinhos para fazer aquele olhão que a gente tanto ama!

Da esquerda para direita: base, pó, blush, ‘aplicadores’ de sombra e ‘esfumador’!
Foto: Amélia Moura

Com isso aí, já rola uma maquiagem bem elaborada! Para um básico ligeiramente mais elaborado, eu acrescentaria:

6. Um pincel para delineador chanfrado de cerdas sintéticas bem firmes (serve tanto para o delineador quanto para uma sombra mais marcada ou até para aplicar a sombra na pálpebra inferior).
7. Pincel pequeno e achatado de base para aplicar o corretivo (na maioria das vezes, aplico com os dedos mesmo, mas rola usar o pincel para uma aplicação mais caprichada).

Bônus! Pincel para delineador e corretivo!
Foto: Amélia Moura

E é isso… Não adianta exagerar! O negócio é investir em bons pincéis e ir incrementando a coleção aos poucos. Os locais e sites onde compro os meus estão lá no post 1, dá uma olhada lá! 😉

Agora o assunto é limpeza e cuidados!

Acho legal manter os pincéis em local fresco e seco. Não os exponha à luz e ao calor do sol. Se não faz bem à pele e aos produtos de maquiagem, também não vão fazer bem aos queridinhos! Algumas pessoas recomendam guardá-los deitados, mas sempre me dá uma impressão que eles ficam meio achatados de um lado e que não ficam bem arejados, sabe? Então, recomendo um copinho ou caneca para deixá-los “em pé” e acessíveis.

Pincel é “cabelo”! Precisa ser lavado e bem tratado. Se você só usa em você, o intervalo entre uma lavada e outra pode ser mais longo. Esse é o meu caso e eu procedo da seguinte forma (ai, que formal!):

– Lavo os pincéis 1 vez por mês com shampoo de bebê (uso aquele famosão do ‘chega de lágrimas’). Coloco uma gotinha na mão e passo o pincel molhado num movimento de vai-e-vem, sem ‘descabelar’ o pobre!

– Para secar, deixo eles deitadinhos numa toalha em lugar ventilado!

– Depois de cada ‘usada’ eu uso um líquido higienizador de pincéis (da Contém 1g, mas a M.A.C tem um também, só acho meio caro…) para que, numa próxima maquiagem, eu não misture a cor usada anteriormente com a atual. Funciona da seguinte forma: você borrifa o líquido numa toalhinha ou papel toalha e passa o pincel (no vai-e-vem) de novo até ele ficar limpo e seco. Não precisa borrifar o líquido no pincel, senão ele não seca imediatamente.

Higienizador de pincéis (Contém 1g)
Foto: Amélia Moura

Pronto! Cuidando, o investimento vai valer e as maquiagens vão ficar ‘muy’ lindas!
Ainda rola alguma dúvida sobre pincéis aí? 😉

Beijos, beijos…

Sobrancelhas estreladas

Cada pessoa tem um desenho de sobrancelha que se adequa melhor ao seu rosto. No caso das famosas,que diariamente e exaustivamente são fotografadas para os sites e capas de revista, esses poucos pelinhos sobre os olhos são tão importantes para suas expressões que é difícil imaginá-las de maneira diferente.
Já pensou Frida sem o uni-brow? Maitê Proença de sobrancelhas fininhas? A modelo Twiggy de sobrancelhas grossas então? Difícil até de imaginar.

Resolvi então juntar algumas sobrancelhas e as famosas que as carregam sobre os olhos.

Se você se acha parecida com alguma delas pode servir de inspiração. Lembrando que sobrancelha é um bicho cabuloso… por isso se você não é uma esteticista experiente no assunto, é melhor não se arriscar empunhando sua pinça sozinha em casa. Corre pro salão e pague por uma boa profissional que vale a pena. Ju Mendonça já deu a dica paras as Recifenses. Quem for de outra cidade pede indicação pras colegas já!

Deixando o papo de lado, vamos para as imagens?

Essa sobrancelha é bem comum nas loiras, que tem naturalmente poucos pêlos de coloração mais clara o que já define um pouco o formato. Aqui o truque é tirar o essencial com cuidado pra não encurtar no meio ou nos cantos. A da atriz Charlize Theron pra mim são na medida.  Nem muito fina nem muito curta. Nessa foto Fergie tá até decente, mas em outras fotos já vi a atriz praticamente sem pêlos, só desenhada com lápis. Esse formato é super sexy, mas se tirar demais corre o risco de ficar vulgar.

O oposto da outra. Aqui já é um tipo mais comum nas hispânicas e o segredo aqui é escova e rímel incolor. A não ser que você tenha falhas nem precisa de lápis, no máximo uma sombra marrom e bemmmm esfumada pra não pesar. Pra mim combina muito bem com as adolescentes, fica jovial e não apela pra sensualidade. Ponto pra e Camilla Belle que domam com maestria as taturanas.

Quer parecer sexy e misteriosa? A sobrancelha arqueada ajuda! Anne Kendrick que o diga, tá sempre com essa carinha de que tá pensando em algo. Do tipo sorriso de Monalisa, bem intrigante. Pra ressaltar o efeito com maquiagem, um pouquinho de iluminador logo embaixo do arco ajuda a destacar o ângulo obtuso dos pêlos. Cameron Diaz sua linda!!!

E por último o meio-termo que fica bem em cima do muro. No shape de Selma Blair e Anne Hathaway as sobrancelhas começam grossas e terminam fininhas e arqueadas. O efeito é bem natural e clássico. Aqui valem as dicas de todos os tipos acima. Sombra esfumada no centro mais perto do nariz, pêlos bem penteados e no canto externo dê uma puxadinha com o lápis pra finalizar o desenho. Por último ilumine o arco e tcharammmm pode ficar pronta para os paparazzis!

“eu disse, berenice!”

Essa semana, fui conhecer a marca “quem disse, berenice?” para analisar essa nossa nova opção.
E vamos logo para as minhas impressões, ok? 😉

A loja (Shopping Pátio Paulista):

Bem aberta, bonitinha no estilo divertida e relativamente arrumada. Os painéis com o mostruário ficam encostados nas paredes, o que deixa um bom espaço de circulação no meio, mesmo sendo a loja pequenina.
Os displays são organizados e tem os tipos de produto, preços e cores bem à vista. Você olha, prova e pega o produto mesmo sem ajuda dos vendedores, que estão lá, dispostos a ajudar, mas rola uma independência (muito positivo!). A bronca é que tem alguns produtos que tem poucas unidades pra você “se servir”, como as sombras, que tem só duas caixinhas pra cada cor, o que exige muita atenção dos vendedores.
Já as bolsinhas e caixinhas estavam todas sem preço e eu detesto ficar perguntando, principalmente quando não pretendo comprar naquele momento. Só gosto de saber, caso precise depois!

Maquete 3D do projeto base da loja. Todas seguem esse estilinho!

Os vendedores:

BRONCA! Eu só conheço duas lojas (não vem ao caso agora quais são!) que realmente se importam em ter vendedores/maquiadores que conheçam os pormenores do produto e da aplicação. Fui atendida por um rapaz com uma maquiagem legal, que me indicou até a base que ele estava usando e eu curti. Ele me deu 5 minutos de atenção e nada mais, depois saiu da loja pra lanchar ou sei lá o que com uma colega.
Além disso, achei a maquiagem das vendedoras meio cafoninhas e as unhas mal cuidadas.
As caixas estavam conversando animadamente e continuaram no papo, mesmo enquanto me atendiam. Acho isso um saco!

Os produtos em loja:

Testei absolutamente TUDO!  O que me deixou bem impressionada: as variedades de cores em todos os produtos, principalmente nas sombras, batons e lápis de olho.
Os  batons não me impressionaram muito. Não gostei das texturas (nem dos brilhantes, nem dos opacos), nem da fixação (apesar de não ser ruim), mas vale pra quem não tá acostumado com uma cor e quer testar antes de investir em um produto mais caro. E também não é ruim… Vale para variar nas cores se você já não tiver muitos.
As bases tem uma variação de cores bem legal e gostei bastante da base iluminada, mas não comprei por não ter a minha cor na loja. As coberturas são suaves, nada muito pesado. Já os corretivos também têm uma variedade de cores bem boa, mas achei muito melecados (pegajosos, sabe?) e meio grossos, acumula bastante em ruguinhas e dobrinhas. Falta uma opção à base de água!
Pós! Eu não ligo muito para pós, acho que eles dificultam demais a maquiagem, pesam e fico danada com essa mania que as mulheres têm de atolar pó no rosto, mas bem… Há uma boa variedade de tipos e cores e pelo que vi, matificam bem a pele. Os bronzers são bem legais, tem mate e com brilho, poucas cores, mas eficientes! Achei bem bons mesmo, assim como os blushes. Ótimas cores, principalmente os minerais (um deles pare bem com o Orgasm da Nars ou o Gleeful da M.A.C); tem boa pigmentação e uma fixação regular.
As sombras tem uma variedade incrível, assim como os lápis e delineadores. Cores lindas! Falarei mais deles ainda.
Os esmaltes e pincéis também são legais. As cores de esmaltes são lindas, mas eles ainda pecam um pouco na demora para secar e na durabilidade. Os pincéis são todos sintéticos, alguns são legais como o de pó e o fofo para esfumar sombras; além disso, tem precinhos camaradas!
Por último, as duas coisas mais legais da loja: você pode escolher entre diversos tipos de máscara de cílios e pode escolher a ESCOVINHA!!!! Amei isso! A outra coisa bem bacana são os iluminadores! São líquidos e lindos, bem parecidos com os da Benefit. Tem um rosado e um dourado, e se eu não tivesse tantos iluminadores, teria comprado um deles!

As embalagens:

Na minha (chata) opinião, eles não souberam quando parar e passou do ponto. Ficaram um tantinho cafonas. O sistema de fecho com imã é ótimo, mas é frágil (eu já deixei cair meu bronzer, que quebrou todo pela embalagem ser muito fina).
No geral, todas as embalagens indicam a economia e o motivo dos produtos serem baratinhos, mas nada que irrite ou que prejudique, é só um preciosismo, que eu considero importante.

Os produtos que comprei:

Os produtinhos!

Comprei duas sombras: uma mate numa cor verde militar linda e uma bege com brilhos dourados. A pigmentação é regular sem primer e bom com primer. A fixação é ruim. O primer melhora isso, mas acho muito chato depender do primer porque não gosto de muitos produtos sobre minha pele no dia-a-dia, só uso primer quando vou passar horas maquiada e preciso que ela fique impecável (normalmente para festas). Compraria outras, mas não nas cores básicas, só em cores diferentes ou da “modinha” (sabem como é, né?)

O delineador! Comprei um colorido, azul esverdeado metálico lindo! A pigmentação é bem boa, mas a fixação é fraca, do tipo que se você passar o dedo depois de seco, ele sai! Não é que borre, ele SAI mesmo. Eu não compraria um básico, só esses coloridos mesmo!

Outra aquisição foi um esmalte douradinho lindo! Amei as cores metálicas.

E aí, vem o bronzer mate, o pobre que quebrou, mas tem boa pigmentação e boa fixação. Achei ótimo pra fazer cortorno.

E aí, chegam os meus queridinhos: os lápis! Comprei um marinho com brilhos azuis e um cinza também com brilhos prata. Ótima pigmentação e ótima fixação, tanto que fica um pouco difícil de esfumar. É uma excelente solução para maquiagens rápidas!

Os preços são bem camaradas! Vejam aí minha notinha:

A nota do crime! 😉

No final das contas, acho que é sempre bom ter uma opção mais baratinha, mas as coisas têm motivos para ser caras. Claro que existem coisas menos “nobres” como o desejo por altos lucros e impostos de importação que elevam o preço dos produtos, mas a qualidade das matérias-primas também vai definir parte desses preços. Alguns produtos são muito bons e não perdem com essa economia e se você me pergunta o que eu indicaria da “quem disse, berenice?”, eu daria a seguinte lista:

1. Iluminador
2. Blush superbrilho
3. Bronzer
4. Lápis de olhos
5. Máscara de cílios

E é isso… Lembrem-se do que eu sempre digo: aqui, vocês acham indicações e dicas, mas o bom mesmo é provar! Minha pálpebra, por exemplo, é oleosa e tem uma dobrinha bem marcada, pode ser por isso que não curti muito as sombras. Pode ser diferente pra vocês! TESTEM! TESTEM! TESTEM! Quem for comprar online (começa a vender em breve!), tente não fazer a feira. Compre um ou dois produtos por vez pra ver se dá certo.

Espero que a loja se espalhe logo pelo Brasil e que o post ajude!

Beijocas!

Pincelada – parte 1

Esse negócio de maquiagem é complicado…
Antes, as pessoas que não eram profissionais não tinham acesso a pincéis. Eles só eram vendidos em locais especializados, não tinha em toda cidade, e a gente sempre via maquiadores falando em entrevistas que “não é possível fazer uma maquiagem bem feita e durável sem o instrumento correto, sem bons pincéis”!

Putz… Lá ia a gente atrás de pincéis e como era difícil! Aí, as empresas começam a fabricar e vender, as farmácias aparecem com num-sei-quantas marcas, lojas internacionais abrem no Brasil, só que… Os maquiadores passam a dizer que instrumento bom mesmo são esponjas (umas de formatos esquisitos) e os dedos!

Ah, váááá… Parece implicância de criança, viu?

Querem saber uma opinião bem sincera? Aguentaí porque lá vai:

É importante ter pincéis, esponjas e dedos. Mas se algum deles faltar, não tem problema! 😉 Pode-se dar um jeito. Para tudo ficar mais fácil, vou explicar aqui o que eu uso, para que serve e as maluquices que eu penso, ok? Espero também que vocês me digam o que usam e fazem porque eu também quero aprender! Vou dividir o assunto em partes e vou soltar uma parte por semana porque o assunto é longo. Depois da lenga-lenga, vamos ao que interessa: a parte 1.

1.1 – Os pelinhos

Podem ser sintéticos ou naturais! Os sintéticos são mais uniformes e as cerdas são mais durinhas, enquanto os naturais tem cerdas mais  “crespas” e são mais “fofos”. 
Como escolher entre natural e sintético?

Cerdas naturais embaixo (M.A.C) e sintéticas no pincel de cima (O Boticário). Esses são pincéis de blush.

Seguinte… O natural realiza uma aplicação mais esfumada, mais leve, consequentemente, mais natural mesmo! O sintético tem uma aplicação mais “dura”, consequentemente, mais precisa. Fazer a linha do delineador fica mais fácil com o mais durinho sintético, já aplicar o blush pode ser uma tarefa mais fácil para o natural. Nada impede que você consiga bons resultados independente do tipo, eles só vão facilitar em certas situações.

Outra diferença entre as cerdas é a absorção do produto. O sintético não absorve  produtos líquidos e cremosos, sendo então bem indicados para aplicá-los. Já as cerdas naturais são ideais para aplicar produtos em pó que precisam ser esfumados, ter uma aplicação mais natural, como um “degradê”.

Com essas informações na mão, podemos passar para o segundo ponto! Aeeeeeeee…

1.2 – Primer e hidratante

Vocês não leram errado! 😉 Quando o primer é mais líquido ou quando quero aplicar um hidratante mais “molinho”, eu uso um pincel de fibra mista, o conhecido como duo fiber. Ele mistura fibras sintéticas, que não absorvem o produto; e naturais, que fazem uma distribuição suave pelo rosto. Se o produto for mais grossinho, aplico com os dedos em movimentos suaves e leves batidinhas. Os dedos ajudam a ativação do produto e a absorção pela pele. Ponto pros dedinhos!

O tal “duo fiber”. Excelente para produtos líquidos e cremosos! Ele vai aparecer outras vezes e em outros posts! 😉 O de baixo é M.A.C e o de cima é Klass Vough.

1.3 – Base

Quando comecei o post, fiquei em dúvida se mostrava como eu uso ou como indicam. Resolvi mostrar o que eu uso  e explicar o porquê de “desvirtuar” certos usos.
Começando pela base: eu uso os dedos quando quero uma cobertura mais pesada, ou seja, quase nunca e só com uma base mais líquida e transparente para não ficar com cara de reboco. Nos outros casos (na maioria), uso pincéis redondos na base e retos no corte:

Pincéis para base: natural embaixo (Klass Vough) e sintético em cima (Prada).

O acabamento não fica marcado e eles dão um efeito de “polimento” na pele, distribuindo bem o produto e deixando o aspecto bem natural mesmo quando a base é mate. Uso o sintético para as bases mais líquidas e o natural para as mais cremosas.
O “duo fiber” (a foto já coloquei, né?) também faz bem o papel de pincel para base, basta espalhar bem para as cerdas sintéticas separadinhas não marcarem o rosto com um aspecto de linhas.

Menção honrosa para as enponjinhas! Elas são, na minha opinião, um meio termo entre o pincel e os dedinhos. A cobertura é bem boa e o acabamento é natural. Uso quando me maquio para ocasiões mais “sérias” como casamentos.

Esponjinhas esquisitas ótimas para base! O bico da esquerda (Belliz) e a parte fina da direita (Sephora) servem para alcançar os cantinhos e são boas pra aplicar corretivo também.

1.4 – Corretivo

Os pincéis indicados para corretivos são bem pequenos e eu fico com receio de ficar muito marcado, portanto, eu uso pincéis chapados indicados para base! “Começou a confusão, né Mel?” Desculpa, galera… Tô tentando ajudar! Mas é isso, prefiro esse tipo até mesmo porque a aplicação fica mais rápida, simples e natural. Ainda assim, não dispenso os pequenos, que servem para detalhes, para cobrir espinhas e cantinhos (como o da abinha do nariz). As cerdas desses são sintéticas para não absorverem muito do produto. Mesmo usando pincel, eu dou umas batidinhas com os dedos depois para o produto “assentar” melhor na pele.

O tradicional pequenininho (Elf) embaixo (que tá velho e descabelado!) e o de base (Marco Boni) que eu uso para corretivo <3.

1.5 – Pó

Vocês já sabem que eu não sou muito chegada a pó, né? A maior culpa da cara de reboco das meninas que vejo por aí é causada pela mão pesada no pó e pelo uso da enponjinha do estojo! Eu NUNCA uso a esponja! Nossa… Mas não é que eu não use pó, eu só tenho medo! Muito medo! 😉
O que pode ser feito para enfrentar esse medo? Usar um pincel adequado e passar onde é necessário! Tcham!
Para aplicar o pó, o melhor é escolher um pincel bem fofo que não vá depositar muito produto e vá  espalhar bem o pó e não PESARRRRRRR!!!!!!!! Os meus tão aí embaixo. Mesmo o sintético é bem fofinho e eu os uso para passar pó bem levinho com um brilho discreto como o Meteorites.

O sintético (O Boticário) tá embaixo e o de cerdas naturais (Belliz) é o de cima. Bem grandes e fofos. Sempre com pouco produto. É melhor reaplicar do que ter de tirar, porque pra tirar, só lavando o rosto e começando de novo, né?

Outro pincel que eu uso para pó é um pincel achatadinho para base de cerdas sintéticas. “É o que, Mel? De novo com esse pincel?” É menina… Ele é ótimo pra aplicar pó na olheira pra dar o acabamento no corretivo quando esse é cremoso e para passar pó na testa, no queixo e nos cantinhos do nariz (lugares que ficam oleosos mais facilmente). Por ser sintético, ele não acumula muito produto e ajuda a não dar aquela pesada de que eu fujo!

Pincel sintético para base que uso com pó (Contém 1g)! Pouco produto, lembram?

Agora, que já fizemos a pele, podemos relaxar um pouco! Tratem de descansar a caixola porque vai rolar muita pauleira na continuação do assunto! Ainda temos pincéis para olhos, acabamentos (blushes e iluminadores) e para boca! Estão preparadas? 😉

Beijos e boas pinceladas! 😉

Ps.: os lugares que compro pincéis: loja Audrey na Liberdade em São Paulo, Contém 1g, O Boticário, M.A.C (só quando viajo), farmácias em geral e nos seguintes sites:

Sigma
Coastal Scents
Cherry Culture

Unhas do VMA 2012

Todo mundo sabe que os esmaltes e o mundo da música sempre tiveram uma ligação forte. Afinal de contas as unhas pintadas de preto já virou até ítem obrigatório nas mãos dos que sobem aos palcos com guitarra em punho.

Mas essa semana o que tá bombando na gringa são os comentários das unhas super produzidas das moças que pisaram no red carpet do VMA esse ano. A gente já mostrou as makes aqui e a opção de algumas moças pra ornar o conjunto dos pés a cabeça foi apostar na nail art. Eu confesso que não sou muito fã dos ornamentos na mão, mas artista precisa de algo mais ousado pra se manter na avant-garde, né?

Pra mim a mais fofa de todas foi Katy Perry. Cada unha de um jeito diferente todas com fundo preto. Uma coisa romântica gótica, mas que ficou super legal com o vestido que ela usou e sua make mais basicona. Pareceu uma coisa inspired em Madonna cantando Like a Prayer. Tá afim de copiar, mas não tem muito talento com as mãos? A Sephora gringa tem o adesivo “Chinese Blossom” que resolve seus problemas! Agora tem que encomendar lá fora mesmo pois no Brasil não vende esse modelo. Buáaaaaaaa 😦 A cruz pode ser comprada em qualquer lojinha de coisas pra bijoux e colada sobre um esmalte preto com incolor mesmo.


A cara da pobreza riqueza era a unha de Rihanna. A cantora estampou uma nota de cem doletas nas unhas pontudas e compridas. Aprendam com tchitchia Riri: rhyca que é rhyca mesmo cola dinheiro na unha. Brincadeirinhas a parte, as da moça foram compradas na Minx que de acordo com Ju Mendonça não são vendidas, mas sim aplicadas em alguns lugares exclusivos no mundo todo. No Brasil o site indica dois locais pra aplicar os adesivos, um na Bahia e outro em Sampa.

Outra garota Minx foi Pink. A cantora usou um modelo customizado que ficou muito fofo com o vestido. Tinha até um pouco da mesma cor do batom que ela usou. Um combinadinho bem discreto que mostra que houve alguém pensando no conjunto completo.


Agora para tudo!!! Essa unha deve ser arquivada numa pasta chamada “NEM MORTA”. O que foi isso gente?! Kat Graham deveria ser acorrentada literalmente pra ninguém deixar ela usar essas jóias lindas com essa unha horrorosa! Essa não tem licença poética que salve.

E amanhã não esqueçam meninas, temos unha da semana. 🙂

Fotos: http://style.mtv.com

* Clique * AAAAAHHHHHHH NÃO!!!!

Domingo à tarde, você consegue começar a pensar depois da festa do sábado e aí, corre pro facebook! A amiga tá online:

“- Menina… Que festa foi aquela?
– Nem fala… Tô morta.
– Já baixou as fotos da câmera? Manda pra mim! Quero colocar no facebook!
– Pega aí…

Downloading…

– Puuuuuuutz!!!!! Saí com a cara branca em TODAS as fotos! Que câmera uó…”

Que câmera uó que nada!!!! O problema foi a maquiagem.

Uma amiga me pediu esse post sem saber que ele já estava sendo escrito! Já que adoro maquiagem (ok… sou obcecada por maquiagem, admito!) e sou fotógrafa, sempre pesquisei sobre esse relacionamento entre a maquiagem e a fotografia. Por que esse assunto surgiu agora?

O que mais chama atenção nesse momento é como as pessoas, principalmente as estrelas da TV e do cinema, aparecem brancas, estranhas ou manchadas nas fotos. Acho que a foto mais comentada foi uma de Nicole Kidman em um evento de um filme em que ela parecia que tinha acabado de participar daquela brincadeira de achar o anel num prato de farinha com a boca… Credo!

Que é isso, Nicole?

Quem também caiu com a cara na farinha foi Uma Thurman e Ashley Judd:

Uma, ficou legal não! Cadê o pincel?

Pare de rir, Ashley! Isso tá errado!

E aí a gente se pergunta: elas não se olharam antes de sair da limusine??? Olharam sim, galera! E não viram nada! E não é feitiçaria, é tecnologia (essa só vai entender quem for mais velhinha: http://www.youtube.com/watch?v=d2e_c6QkHXU). A gente tem de tomar muito cuidado com essa geração revolucionária de maquiagem. Vou explicar:

Nesse caso das estrelas, o vilão é um pó finalizador e fixador de maquiagem que várias marcas têm. Se não me engano, a primeira a lançar foi a M.A.C. Ele serve para matificar a pele e assim, fazer tudo durar mais tempo, já que a oleosidade é um dos grandes inimigos da fixação. Reparem onde está aparecendo: nas zonas mais oleosas e na “olheira” (passar pó pós corretivo tira o brilho do produto e faz o acabamento para não marcar as linhas de expressão e “pés-de-galinha”).

“Então esse pó é ruim, Mel? Nunca vou comprar!”

Não, menina… Oxe! Esse pó é incrí! Ele realmente faz durar a maquiagem e tira a cara de oleosa. O perigo é não espalhar muuuuuito bem ou aplicar demais. Você precisa de um pincel grande e fofo, mesmo para a versão compacta desse pó (conheço duas: da M.A.C e da Urban Decay). Outro bom conselho é só aplicar em casa e tirar uma foto com flash antes de sair. Aí é certeza de sucesso!

“Eu nem tenho esse pó e continuo saindo branca nas fotos. Quero ver você explicar agora…”

Ué… Vou tentar!
Gata, lembra do post sobre o kit básico de maquiagem? Clica AQUI!
Pois é, provavelmente, sua base ficou legal na luz suave da loja ou do salão se você fez a maquiagem com um profissional, mas com a luz dura, direta e fria do flash deu tudo errado! Vale repetir o conselho: prove a base e saia da loja/salão, bata uma foto, mude a luz para ver se aquela é mesmo sua cor.
Muita gente fala que é porque você não passou base no pescoço, mas não precisa fazer isso. O que você deve fazer é esfumar o produto direito para não ficar uma linha separando a área com produto e a sem produto.

BUUUUUUUU!!!!!!!

ALERTA! Vocês já viram como existem produtos ‘minerais’ atualmente? Cuidado! Produto mineral tem muitas partículas reflexivas (é por isso que as sombras brilham tanto!) e é o reflexo da luz que faz essa palhaçada de deixar a gente com a cara branca.

Outro problema de cor é com o corretivo. Vocês bem sabem o que é o efeito do ‘panda invertido’, né? Quando a gente passa corretivo demais e/ou mais claro que a pele e pá… Rodelas brancas ao redor dos olhos!
Quando eu falo em comprar o corretivo um pouco (muito pouco) mais claro que a pele porque ajuda a iluminar, não é para exagerar!

Panda Eva Longoria

“Mel,minha pele fica muito pesada nas fotos! E eu nem uso nada mineral, nem esse pó aí…”

Hummm… Tá ficando difícil!
Será que você não tá aplicando uma base muito pesada (dê preferência às bases HD)? Já sei? Aplica pó no rosto todo, né? E com a esponja!!!!!
Galerinha, pó (comum) é para tirar o aspecto de oleosidade que a pele apresenta com o tempo ou quando a base é muito hidratante! Muito pó envelhece, pesa.

Kim Kadarshian cheia de pó!

E o conselho mais precioso para viciadas usuárias de base e corretivo (Oi, meu nome é Mel e eu sou viciada em corretivo desde os 17 anos!) é hidratar a pele! Se a pele estiver seca, tudo vai craquelar, tudo vai dar um aspecto de “ruguinhas”. Então não achem que se vocês têm a pele oleosa, não precisam de hidratante. Precisam SIM! Um hidratante para pele oleosa! É difícil lidar com a oleosidade, mas eu garanto que vai ser mais difícil lidar com as rugas no futuro.

Do mesmo jeito que as partículas de brilho e as brancas refletem a luz, o óleo também reflete com seu brilho. Taí outro perigo! Os iluminadores! Ou têm brilho, ou são oleosos… Pá! E você passar demais ou em lugares errados, o efeito não vai ser nada bom. Rosto iluminado não é cara ensebada! Aproveitem e revejam o post sobre ILUMINADORES, é só clicar!

“Hero” nenhum pode sair assim, Hayden!

Rosie, você é diva, mas tá parecendo que você suou a tarde inteira e foi direto pra festinha.

E se é pra lascar tudo de uma vez, vamos falar sobre os famigerados “bronzers”. “Bronzer” não é bronzeador, ele só vai ajudar você a fazer o jogo de luz e sombra (vou fazer um post especial para eles, ensinando como e onde usar). Não é pra escurecer sua fucinha linda! Vou deixar pra explicar isso melhor no post dedicado!

Todas essas atrizes que ilustram o post são lindas e sou fã de todas. Não as coloquei por implicância, mas sim para mostrar como a maquiagem pode derrubar a gente se não usamos corretamente. Prometo que os próximos posts terão gente bem maquiada com muita inspiração! 😉

Beijos e tô aqui pra qualquer dúvida, viu? :*

Compra$!!!

E aí, suas lindas? Como estão?

Vamos fazer uma listas de compras?

“Que foi, Mel? A dona de casa vai tomar conta do blog?”

É não, gata! As listas aqui são de produtinhos de maquiagem! Oxe! Sou doida não!
Sabe o que é? Eu sempre ajudo as amigas a fazerem listas dos produtos para comprar numa viagem, ou para começar um kit bacana de maquiagem… Esse tipo de coisa! E adoro! Parece que tô fazendo uma lista para mim mesma (coisa que vivo fazendo com os próximos itens a acrescentar na minha maluquice!).
Se o assunto é recorrente, acho que vai ajudar se eu fizer por aqui e deixar registrado, né?

Primeiro vamos aos conselhos:

  • “Economizar” pode sair caro! Não to dizendo que você deve sair gastando muito com tudo, mas que deve ter alguns itens (os básicos) de qualidade, o que custa um pouco mais de grana. Isso não implica necessariamente em um produto absurdamente caro. Existem ótimas bases de R$300,00 e de R$30,00. Cada uma terá suas características e qualidades, e mesmo as mais caras terão defeitos. É preciso prestar atenção a tudo e decidir pelas intenções de uso e pelo bom senso! Ah… E produtos de qualidade tendem a durar mais, viu? Evita  ter de comprar mais porque ressecou, porque não é boa etc.
  • Se você não usa, não compre! Se não sabe usar, aprenda antes de comprar!
  • Teste tudo sempre! Vá à loja, prove tudo que você quiser. Não se intimide com vendedor antipático, é seu direito testar tudo para escolher. Provadores estão lá pra isso mesmo. Comprar coisas através de revistas, infelizmente não é aconselhável porque a probabilidade de errar a cor é grande. Se você quiser arriscar, tudo bem. Pode acertar de primeira, né?
  • Depois de provar dentro da loja, saia! Olhe o efeito na luz do dia ou em uma luz diferente. Não compre antes disso. Primeiro porque dará tempo da pele te “dizer” se gostou do produto, se ele não vai te dar alergia. E depois, para ver se, numa luz diferente, o efeito ainda é bom. Já aconteceu comigo de comprar uma base “perfeita” que na luz do dia me fazia parecer um fantasma!

Agora, podemos fazer uma lista bacana!

O kit básico:

  1. Base – sempre no mesmo tom da pele! Eu prefiro as ‘HD’. O que é ‘HD’? É quando a base tem boa cobertura, mas não parece uma máscara, deixa a pele mais natural.
  2. Corretivo – ou da mesma cor da pele ou um tom LIGEIRAMENTE mais claro. Se for claro demais, vai fazer você virar um panda invertido!
  3. Pó compacto – para carregar na bolsa e tirar o excesso de brilho. Não é pra mascarar o rosto, galera! Não precisa e só pesa!
  4. Máscara para cílios incolor – para pentear as sobrancelhas e para o dia-a-dia.
  5. Máscara para cílios preta – para marcar o olhar. Amo! E até para fazer as vezes de delineador.
  6. Lápis para olhos preto – para um look sexy.
  7. Lápis para olhos marrom – para um look marcado, mas natural.
  8. Blush – se for para escolher um, eu escolheria um pêssego que fica bem em peles claras ou escuras, basta variar o tom.
  9. Sombras – meu kit básico seria: 1 preta, 1 marrom e 1 champanhe. Dá pra fazer um monte de maquiagens diferentes.
  10. Iluminador – não é tão básico, mas faz diferença no fim. Dá uma olhada no post que fiz outro dia: Iluminar!
  11. Batons – pra começar: 1 cor da boca (para olhos mais pesados) e 1 escuro (que tal um clássico vermelho?). Dá uma olhada no post do bocão: Poder vermelho!

E pincéis? Bem… Em breve, vou fazer uma série de postagens sobre eles e aí, tudo vai ficar mais explicado.
E precisa mesmo? Precisar, não precisa, mas é bem legal. Pincéis para passar a base, o pó (sou contra a esponja, pois ‘pesa’ muito na aplicação), para o blush, para aplicar a sombra e para esfumar.

Vou mostrar a vocês o que eu escolheria nas minhas coisas para meu kit básico! 😉

  • Base – Make up for ever HD invisible cover, a cobertura é ótima e mesmo assim, bem leve. Quero comprar a de Duda Molinos!
  • Corretivo – eu usava direto o Studio Finish da M.A.C, mas to numa fase apaixonada pelo Select Cover-up também da M.A.C, que é mais leve e como é a base de água, seca e não acumula nas ruguinhas!
  • Pó compacto – quase não uso, viu? Mas quando quero tirar o brilho, vou de Mineralize Skinfinish Natural da M.A.C.

Base HD da Make up for ever, pó compacto mineralize skinfinish natural e corretivo Select cover-up da M.A.C

  • Máscara incolor – Tracta, boa e barata!
  • Máscara preta – The Colossal da Maybelline, outra boa (excelente) e barata!

Máscara incolor da Tracta e Máscara preta The Colossal da Maybelline

  • Lápis de olho preto – Lápis de Olhos Le Crayon Khôl da Lâncome, o único lápis macio que não borra em mim!
  • Lápis de olho marrom – Powerpoint eye pencil da M.A.C na cor Bountiful Brown.

Lápis marrom Bountiful Brown da M.A.C e Lápis preto The Crayon Kôhl da Lâncome

  • Blush – Powder blush da M.A.C na cor Gingerly, sem brilho e tem uma cor divina pra quem é branquelinha.

Blush Peaches M.A.C

  • Sombras – essa foi difícil de escolher…  Preta: Mirifique da Chanel (nada básica!), marrom: Handwritten da M.A.C , e a champanhe: Naked lunch da M.A.C.

Sombras: Mirifique da Chanel, Handwritten da M.A.C e Naked luncha da M.A.C

  • Iluminador – Whatt´s up! da Benefit. Amor verdadeiro, amor eterno! ❤
  • Batons – cor de boca: Viva Glam Gaga da M.A.C (é o meu tom exato de pele!) e vermelho: Russian Red da M.A.C (foi meu primeiro batom M.A.C e foi escolhido pelo meu pai que acho lindo mulheres de boca vermelha!).

Iluminador Watt´s up da Bendefit

Batom vermelho: Russian Red da M.A.C e batom cor de boca: Viva Glam Gaga da M.A.C

Seguinte 1: tirando as duas máscaras, não tem nada muito baratinho na lista… Mas o consolo é que essas coisas duram SE você cuidar! Não deixem no banheiro onde a umidade e a temperatura variam muito. Não os deixem expostos à luz (natural ou artificial). Cuidando, tudo dura bastante.

Seguinte 2: por que tem tanta coisa M.A.C? Porque o preço (fora do Brasil, onde os impostos deixam tudo caro!) é bacana! A relação custo/benefício é muito boa e eu gosto mesmo da marca. Há várias outras incríveis e eu vou até agradecer se vocês me derem outras dicas para eu deixar de ser tão bitolada! 😉 Aproveitem as viagens, as amigas que viajarem e se for mais urgente, todas essas coisas são vendidas aqui no Brasil também.

Espero que tenha ajudado! Vou dando dicas para incrementar esse kit durante os próximos posts, tá?

Beijos e boa preguicinha de domingo! 😉