Iluminar!

Oi, gente!

Mais uma dica sobre minha pessoa: amo ❤ todo tipo de brilho! AMO! Mas tenho amor igual ao bom uso dos produtos, à elegância e ao estilo!

Ihhhhhhh, Mel… Como assim? Começou a viajar de novo?

É não galera… Calma! Tô falando sobre ILUMINADORES! É brilho e luz. Se você errar na mão ou no momento = desastre! Se acertar é receita de sucesso e cara de rycah! Mas peraí, bora organizar tudo para não acontecer nenhum acidente:

O que é o iluminador? – É um produtinho de maquiagem desses que você pensa: “que frescura!”, mas que no resultado final, faz uma diferença incrível. Pode ser líquido, cremoso ou em bastão. Ele reflete a luz de alguma maneira: ou através de partículas luminosas (bem pequenas ou maiores como o glitter), ou por ter uma cor clarinha (parece um corretivo rosinha ou amarelinho ou mesmo, bege).

Iluminadores com brilho e sem brilho!

Iluminador sem brilho? – Isso! O iluminador não joga, magicamente, uma luz no rosto. Ele reflete a luz que chega, fazendo parecer que existe luz ali. Claro que o brilho é mais efetivo nesse sentido, mas um produto claro também irá refletir a luz (lembram das aulas quando a gente aprende que o preto absorve a luz e não reflete nenhuma das cores que a formam?).
Os iluminadores sem brilho são bons aliados da maquiagem mais discreta, diurna, da pele bonita e iluminada. Você pode usar brilho também de dia, mas como a luz é mais forte, é preciso tomar cuidado pra não ficar palhacita!

E onde usar o tal iluminador? – Rá! Quer que eu desenhe? 😉 Bora lá… Fiz um esqueminha desses que a gente acha fácil na internet, mas eu juro que vou explicar bem direitinho! Para não decorar e entender: A gente quer ressaltar tudo que for mais “alto” no rosto, tudo que a gente quer puxar para frente e consequentemente, afinar no rosto. Uma amiga ouviu de uma atriz famosa uma vez que imagem é luz e caveira. Ela quis dizer que o que vai fazer você bonita são as luzes e sombras que mostram as saliências e ‘cavas’ do rosto.

Vamos pro esquema:

O mapa do iluminador!

1-      É o lugar clássico do iluminador! Vai levantar o ossinho da bochecha, logo abaixo do canto externo do olho. Forma o clássico “C” e você pode levar o iluminador pelas têmporas até a lateral da testa. Dá aquela cara de rica que todo mundo quer! 😉
PERIGO! – Se você aplicar brilho nas maçãs do rosto, corre o risco de parecer “oleosa” e se você tiver poros muito abertos, evite o brilho nesses locais. O brilho chama atenção para a área e seus poros vão ficar muito evidentes.

2-      Amo! No cantinho interno do olho! Dá um frescor e abre o olhar. Às vezes, basta o conjunto: ‘corretivo + blush + cantinho interno do olho iluminado e rímel’, para sair linda. Você pode subir pela pálpebra superior esfumando e na raiz dos cílios inferiores até mais ou menos 1/3 da pálpebra inferior.
PERIGO! – Cuidado com excessos! É melhor passar pouquinho pra ficar aquele brilho, aquela luz que os outros vão perceber, mas não vão notar a presença marcante do produto.

3-      Embaixo da sobrancelha no canto externo do olho. Vai levantar a sobrancelha, muito bom pra quem tem pouco espaço na pálpebra ou a sobrancelha mais baixa (meu caso).
PERIGO! – Uma sombra muito branca ou pouco esfumada vai deixar a maquiagem marcada e cafona! É o mesmo caso do canto interno do olho: não pode ter aquela cara de muito produto, é o brilho mais discreto, que elimina a sombra!

4-      O ossinho do nariz! Iluminando essa parte você deixa ele mais fino e traz o brilho pro centro do rosto, o que deixa a maquiagem mais delicada e bonita. Na pontinha do nariz, dá uma arrebitada!
PERIGO! – Quem tem narigão precisa estar ciente que isso vai chamar ainda mais atenção para o local (eu tenho, mas eu gosto de ter narigão, faz parte da minha personalidade, portanto, eu não me incomodo e uso mesmo!). E cuidado redobrado ao passar na ponta do nariz, principalmente quem tem o nariz mais bolinha. É só uma pontinha de nada. Se passar muito, o efeito é o contrário, vai deixar maior, chamar mais atenção.

5-      É mágica!!! Essa curvinha do biquinho do lábio chama-se “ARCO DO CUPIDO”. Pode ser mais sexy? Chama a atenção pra boca. Olha a dica pro make de paquera! Só um toque de iluminador bem na linha do arco e tá linda!
PERIGO! – Cuidado com exageros! Em vez de atrair, vai afastar! E, em minha opinião, não é necessário usar quando usamos batom escuro. O batom já faz o papel!

6-      Essa é só pra quem tem queixinho pequenininho! Usar só na pontinha pra dar uma força.
PERIGO! – Cuidado com os poros!

Ô Mel, e a testa?  – Menina… Eu não uso e não recomendo! Como na bochecha, você vai destacar os poros e muito brilho nesses lugares vai fazer você parecer oleosa…

Mas e as cores? – Galera, tem de sobra! E é o gosto de quem vai usar… Posso até orientar com algumas observações:

– Morenas tem de ter cuidado com os tons mais frios e os fundos brancos! Os dourados ficam lindos sempre! Desde os tons de champanhe até os bem dourados.

– As branquelas tem sorte pelo menos dessa vez, porque a pele clara ‘se dá bem’ tanto com os frios (prata, branco, rosado) como os quentes (dourados). Só precisam tomar cuidado com a cor de fundo! Se for muito escura, pode manchar ou fazer a aparência ‘afundar’ em vez de ‘saltar’.

– Prestem atenção na cor da maquiagem: sombra, blush para a diferença não gritar. Se o blush for mais quente, um iluminador dourado vai muito bem!

Vem cá… Como faz pra escolher se é pó, líquido, bastão? – Essa daí não tem uma resposta muito boa… Tem de testar! Os líquidos podem ser oleosos ou com base de água. Os de água secam e ficam lá, fixam bem. Os oleosos brilham mais. Os em pó tem a leveza do pó e tem muitas opções de cor e brilho. Já os em bastão tem aquela textura cremosa que depois de aplicados parecem pó, ficam acetinados.
Os meus preferidos são:

Em bastão: What´s up da Benefit (meu preferido)
Líquido (base água): High beam da Benefit /(oleoso): Sun rush (M.A.C)
Pó: Soft and gentle da M.A.C e Luminous Gold da Contém 1g

Os meus preferidos! Foram eleitos na base do ‘brainstorm’ porque eu adoro e tenho um monte! Não importa muito a marca (se esta for bacana, claro! Não só as importadas!), você precisa sair provando e achar o seu queridinho!

A quantidade de iluminador no mercado é imensa! As marcas nacionais tem investido maais no produto, o que ajuda bastante. E as gringas tem milhares de opções. Se alguém quiser uma indicação mais direcionada, é só comentar que eu posso tentar ajudar!

Por que se fala tanto em iluminador agora?  – As últimas semanas de moda têm mostrado muita pele iluminada! Muita cara de bonita e rica. Mesmo quando o make é ‘nada’, a pele tá lá, com um brilho lindo, com cara de saúde. Lembro sempre da primeira imagem com make BEM iluminado que me chamou atenção de verdade, foi a publicidade do outono de 2010 da Louis Vuitton:

Faz tempo que a pele iluminada tá na moda!

Esse post tava pronto há uns dias, com umas imagens de inspiração que eu tinha no meu arquivo ‘do desejo’, mas confesso que ontem, lendo o Petiscos (www.juliapetit.com.br), dei de cara com as páginas da Baazar Beauty que elas postaram por lá e caí de cara! Iluminador arrasando! Vejas as imagens da linda Barbara Palvin:

Nariz, arco do cupido e canto interno do olho iluminados! O olho com um tom douradinho lindo!

Canto interno do olho iluminado e batom vermelho = clássico! E o centro do rosto ‘iluminado’ sem brilho, bem clarinho!

O “C” beeeeemmmm iluminado! Linda! Observem que o iluminador sobe as têmporas e chega até a testa, mas evita o meio. Assim, o aspecto não vai ser de oleosidade!

De novo, centro do rosto iluminado e claro. No nariz, canto interno do olho e arco do cupido, iluminador com brilho. O blush marca a lateral da bochecha e evidencia ainda mais o centro do rosto porque ‘afunda’ a lateral (blush pra emagrecer o rosto)!

Ufa… É isso! Espero que seja útil. E qualquer dúvida, estou aqui, ao alcance de um clique! 😉

Beijos iluminados (Deixa de ser cafona, Mel!)! :*

Anúncios

Ser diva é maior do que ser bonita!

E aí, galera? Tudo lindo?

Eu me apresentei rapidamente no último post, mas vocês vão me conhecer mesmo nas coisas que eu colocar por aqui! Querem um exemplo? Eu sou alucinada por mulheres fortes! Quero um pouco delas em mim e assim, vou amando e admirando as lindas, as que lutam, as que mudam… Sempre me emociono quando conheço a história de uma mulher que mudou um pouco o mundo do jeito dela. O que seria de nós (mulheres) e de nossa história sem elas?

Hoje, faz 50 anos que Marilyn Monroe, a bombshell master, faleceu! Deixou a imagem e o poder da figura feminina como legado. Vamos fazer jus a essa herança. Ela não era loira originalmente, mas carregava o loiro na alma. Não era magérrima. Tinha cicatrizes e sua pele não era perfeita. Perfeito era o olho daquela mulher. Ela sabia o que podia fazer com uma pose, uma piscadinha, um decote. E era elegante! Vamos deixar de lado quem diz que a gente tá gorda, magra demais, pouco maquiada, muito maquiada… Se existe um padrão a ser seguido, que seja o de saber ser mulher e saber o poder que nós temos só por ter nascido assim!

Deixo vocês com uma das imagens feitas pelo fotógrafo Bert Stern para a Vogue América semanas antes da sua morte. Olhem o cabelo com volume, a pele bem feita e iluminada, o batom era vermelho e o olho delineado e com fartos cílios. Atenção para a expressão divertida e confortável no ser.  Pode ser melhor? Pode ser mais atual?

Marilyn Monroe – fotografia: Bert Stern

Obrigada, Marilyn! :*

Ps.: tô terminando um post bacaninha pra vocês! 😉